O blog não morreu

Olá, leitores!

Sim, estou vivo e o blog ainda não morreu. Ele andou parado por uma sequência de fatores:

1. Feriados de fim de ano.

2. Como se não bastasse, ainda aceitei um projeto grande de tradução para cumprir durante estes feriados – contando um dia de trabalho como oito horas, trabalhei de dois dias e meio a três dias em cada feriado prolongado (que, para os esquecidos, foi de quatro dias no Natal e quatro no Ano Novo). Não foi mole, mas em breve terei o meu Wii…

3. Enquanto isso, pus em dia vários jogos para Playstation 2. Fazia tempo que não jogava games.

4. Para “piorar”, finalmente me dei o direito de conhecer a série Silent Hill. Joguei todos os que existem para PS2 – ou seja, Silent Hill 2, Silent Hill 3, Silent Hill 4: The Room (o único que ainda falta terminar) e Silent Hill: Origins (o quinto da série). Andei até matutando uma adaptação para o Mundo das Trevas, mas isso toma tempo, então vamos ver o que pode sair ou não. Não prometo nada.

5. Por último, mas o mais importante: não saiu quase nada nesse período, e faltam notícias.

Em breve, eu posto mais sobre as únicas novidades realmente importantes: o lançamento do SAS de Geist: the Sin-Eaters, Through the Ebon Gate, e o lançamento oficial de Night Horrors: the Unbidden (para Mago: o Despertar), que “vazou” há alguns meses mas só teve toda a sua tiragem disponível agora, no início de janeiro.

Além disso, chegou o Book of the Dead aqui em casa (assim como Unbidden), então sintam-se à vontade para fazer perguntas sobre ele.

Tenham paciência, que logo logo teremos mais!

Anúncios

7 pensamentos sobre “O blog não morreu

  1. Silver-Fangs disse:

    Bom saber que o Blog continua firme. Quanto à Silnet hill, apesar de vc ter jogado o que considero o melhor (o 2) eu aconselho que vc jogue o primeiro também. E se precisar de alguma ajuda nessa adaptação eu tenho bastante material de referência de SH pois sou um grande fã da série.

  2. fabiosooner disse:

    Eu pretendo jogar o primeiro, é só que ele não saiu pra Playstation 2 e sim pro 1. Não se acha nem mais cópia pirata dele nos canais de sempre.
    Mas assim que acabar o 4, vou procurar uma cópia da versão pra PC mesmo. Essa deve ter na Internet que seja.

    O Silent Hill 2 é mesmo o melhor dos que joguei, embora o pior deles (o Origins, apesar de algumas mecânicas novas legais) ainda seja melhor do que 90% dos jogos por aí. Pelas resenhas, o único ruim mesmo é o Homecoming (o que seria o 6).

    E o pra Wii que acabou de sair (Silent Hill: Shattered Memories) tem potencial para superar até os dois primeiros. Dá um bico nesta resenha (de um autor da WW, aliás). Esse jogo é um dos principais motivos pelos quais resolvi adquirir um Wii.

  3. Silver-Fangs disse:

    A versão que o grupo Silentscape fez do Silent Hill (PS1) pra PC vc encontra fácil na net…

    Acabei de terminar o Shattered Memories e sendo um fã de longa data posso dizer que um bom Silent Hill. Facilmente melhor que o Homecoming e o Origins.

    Mas a trilogia inicial é imbatíivel pra mim.

    Procura na NET o livro e o DVD Lost Memories. O livro é japonês mas tinha um site trabalhando na tradução dele. O DVD tem bastante referência visual e a trilha sonora completa dos três primeiros jogos.

  4. cochise disse:

    Particularmente acho o ! um dos melhores da série. Quanto a obtê-lo… Torrent está aí para isso. Baixa-se a isso e joga-se emulado ou grava para jogar no console.

    • fabiosooner disse:

      Eu tentei, mas por algum motivo não funcionou – nem emulando, nem gravando em CD e pondo no console (esse foi o mais frustrante: ele começa a ler, exibe o nome do jogo, e depois não sai da tela preta… triste).

  5. Silver-Fangs disse:

    Fábio, procure a versão do grupo Silentscape na NET. Ele funciona na boa em qualquer PC pois foi feito pra ser instalado como um Jogo normal. O emulador já vem embutido. Caso não consiga achar me passa um e-mail para que eu te mande o link.

    • fabiosooner disse:

      Eu já estava me preparando para buscar por essa versão quando topei com uma página de configuração do emulador de PSX que estava usando, e descobri porque ele não estava funcionando – eu não tinha baixado um arquivo de BIOS do PSX, que não vem com o emulador, assim como um plug-in de vídeo para aproveitar recursos da placa gráfica.

      O legal disso é que além de fazer funcionar o jogo, ele roda com recursos gráficos (como texture mapping) que o próprio jogo original não tinha 😀

      Também peguei o Homecoming só para “fechar o pacote”, mas esse só vou poder jogar depois que reinstalar uma GeForce melhor que por algum motivo parou de funcionar no PC.

      Enquanto isso, acabei de salvar um .doc chamado “Orientações” em uma pasta recém-criada, chamada “Mundo das Trevas – Silent Hill”. Vamos ver se a coisa evolui – infelizmente, quase sempre eu não termino estas coisas…

Os comentários estão desativados.